A entrevista foi realizada no dia 22 de agosto de 2019 com o promotor e professor da disciplina ética profissional na Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Além de contar sobre sua vida profissional e suas experiências, ele também deu dicas para estudantes que almejam prestar concurso público.

Qual o seu nome completo?

Fabiano Augusto Petean.

Em qual faculdade fez a sua graduação? Em que ano se formou?

Instituição Toledo de Ensino Faculdade de Direito de Bauru, onde também fiz meu mestrado em direitos fundamentais. Me formei em 1996.

Qual a sua área de atuação?

Área criminal.

Há quantos anos trabalha como promotor?

Há 19 anos mais 2 anos de estágio. São 21 anos de casamento com o MP (risos).

Como as suas experiências profissionais contribuíram para o seu crescimento pessoal?

Eu aprendi a conhecer o ser humano, entender o ser humano, entender suas verdadeiras características para saber resolver o problema.

Tem algum caso específico com o qual você trabalhou que te marcou? Se sim, por quê?

Eu ficaria 3 semanas contando (risos). Mas, teve um caso de uma senhora esquizofrênica que nos procurou semanalmente durante 2 anos e meio por causa das suas circunstâncias psiquiátricas. Foi um caso que me marcou muito devido ao tempo e porque, no final, conseguimos encontrar uma solução para o caso dela, que no caso foi assistência social e médica.

O que você vê de diferença na formação da graduação da sua época para hoje?

Na minha época, os professores tinham uma experiência profissional incomparável, mas não era exigido mestrado e doutorado, mas a experiência era rica apesar disso. Hoje, o ponto positivo é que os professores buscam pelas suas titulações como mestrado e doutorado, mas isso trouxe uma característica diferente que é discutir em tese laboratorial, a qual é distinta da realidade.

Como é aliar o trabalho de promotor com o de professor?

É gratificante, pois isso permite uma proximidade maior com a realidade com base na realidade do próprio ser humano, dos direitos fundamentais e da lei.

Você tem algum conselho para estudantes de direito que pretendem prestar concurso público?

Com certeza. É preciso ter vocação, vontade e ter uma missão definida.

[Beatriz da Silva Marcelino – 2º semestre]

img-20190806-wa0027

É de graça! Inscreva-se: http://www.alumnidireitomackenzie.com

Siga o JP3

Instagram: @jornalpredio3

Facebook: fb.com/jornalpredio3

Mais notícias e informações:

Jornal Prédio 3 – JP3, é o periódico on-line dos alunos e antigos alunos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, organizado pelo Centro Acadêmico João Mendes Júnior e a Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito do Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie). Participe e escreva! Siga no Instagram!