Próximo dia 12/12, o Presidente da Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito do Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie), apresenta sua carta de renúncia, após concluir o processo de refundação e reestruturação da entidade. A promessa, assumida em 2017, fecha um ciclo importante para os ex-alunos da Faculdade de Direito do Mackenzie, que resgataram a associação fundada em 1977. Abaixo, você confere o bate papo que o JP3 teve com Felipe Righetti Ganança.

JP3 – Como surgiu a ideia de refundar a Alumni Direito Mackenzie?

Felipe – Acho que a ideia sempre esteve aí, o que faltava era efetivá-la. Reorganizar uma associação com o nome, tamanho e representatividade que pretendíamos demanda tempo, esforço e custos financeiros. De qualquer forma, o interesse de refundar a Associação veio, em grande parte, do interesse dos alunos em continuar a contribuir para o curso mesmo depois de formados, algo que já existia lá em 1977 quando cinco ex-alunos fundaram a Alumni.

JP3 – Quais foram as principais dificuldades durante o processo de refundação?

Felipe – Em primeiro lugar, fazer com que as pessoas entendessem a função da Associação. No Brasil, diferente do que acontece na Europa e principalmente nos Estados Unidos, nós não temos uma “cultura alumni” e sequer há incentivos para isso. Por isso, decidimos inverter a lógica da criação da Associação. Primeiro, iniciamos a estruturação dos projetos e, apenas quando já estruturados, vinculamos a entidade. Em segundo lugar, a falta de parâmetros para nos espelharmos. Aqui em São Paulo temos iniciativas incríveis de antigos alunos, como o Fundo Patrimonial Amigos da Poli ou até mesmo algumas associações de antigos alunos, mas com formatos próprios e estruturas um pouco diferentes do que pretendíamos. Muitas coisas que imaginávamos tivemos que mudar no meio do caminho.

IMG-20191119-WA0015
Felipe, durante a cerimônia de refundação da Associação, em 12/12/2019.

JP3 – O JP3 foi a primeira iniciativa da Alumni?

Felipe – O JP3 nasceu da iniciativa de alunos e antigos alunos e cresceu com a união da Alumni com o Centro Acadêmico João Mendes Jr. É um projeto que pode ser medido em números, então dá para termos uma noção de seu tamanho. Em dois anos, podemos dizer criamos o maior jornal de todo o Mackenzie e sem dúvida um dos maiores jornais universitários do país. O resultado foi a maior integração de projetos, abertura de espaço para grupos e coletivos, enfim, a Faculdade de Direito do Mackenzie se encontra no JP3.

JP3 – Quais são os projetos para 2020?

Felipe – Em 2020 queremos tirar do papel a Incubadora, com a publicação do primeiro Edital no primeiro semestre. Depois, vamos iniciar a captação dos recursos para o Fundo Patrimonial e, quem sabe, fazer os primeiros aportes em projetos de pesquisa. O JP3 precisa continuar e crescer, assim como a Assistência Judiciária, que vem se consolidando como um importante polo de extensão dos alunos e integração entre diversas gerações. Com a sala de aula pronta e já funcionando, estamos pensando no primeiro curso para os antigos alunos, focado em temas sugeridos pelos próprios associados. Em 2020 também publicaremos o livro sobre a história do curso que deve ficar pronto em abril. Por fim, a ideia é atingir um número maior de associados.

JP3 – Como é possível se associar?

Felipe – Primeiro, vale destacar, antes de falar sobre o como, que a inscrição na Alumni é totalmente gratuita e não há cobrança de qualquer mensalidade ou semestralidade. Para se inscrever, basta entrar no site www.alumnidireitomackenzie.com e preencher a ficha de inscrição. Não demora trinta segundos. Por fim, faço questão de mencionar que, apesar da ausência de qualquer cobrança, mesmo assim publicamos nossas prestações de contas de forma pública no site. Qualquer pessoa pode acessar e ver onde os recursos da associação são investidos, partindo sempre da premissa que nenhum diretor recebe qualquer valor pelo trabalho desenvolvido.

JP3 – Por qual motivo está renunciando?

Felipe – Foi uma promessa que fiz ao Professor Álvaro Villaça, primeiro presidente da Alumni de 1977 a 1979, quando fomos ao escritório dele para conversar sobre a refundação em 2017. Queríamos deixar claro que ninguém ali estava pensando em outra coisa além de criar uma entidade que pudesse contribuir para a Faculdade de Direito do Mackenzie. Com isso, assumi o compromisso de, após a reestruturação da Alumni, deixar a presidência para que novas eleições fossem convocadas, agora já com a presença de um número significativo de associados, que desse maior legitimidade a Diretoria. Acho que cumpri aquilo que pretendíamos: temos agora uma associação grande, forte e presente, cheia de projetos e iniciativas. Cada geração e cada Diretoria tem um trabalho a percorrer. A atual Diretoria fez sua parte e espero que a partir de janeiro de 2020 outros mackenzistas tenham a oportunidade de conduzir a entidade.

Siga o JP3

Instagram: @jornalpredio3

Facebook: fb.com/jornalpredio3

Mais notícias e informações:

Jornal Prédio 3 – JP3, é o periódico on-line dos alunos e antigos alunos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, organizado pelo Centro Acadêmico João Mendes Júnior e a Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito do Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie). Participe e escreva! Siga-nos no Instagram!