Hoje é celebrado o Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia. Mas além de comemorar as conquistas já alcançadas, o dia de hoje serve para a conscientização de uma luta ainda muito necessária.

A data surgiu em homenagem à decisão tomada pela OMS, em 17 de maio de 1990, de retirar a homossexualidade da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID). Com a decisão, o termo “homossexualismo” se tornou inapropriado e obsoleto, pois o sufixo “ismo” remete ao conceito de doença, e a OMS reconheceu que a orientação sexual não está associada a qualquer tipo de distúrbio.

No entanto, ainda é grande a luta a ser travada pelos direitos LGBTQ+ no Brasil e no mundo. Mesmo com alguns avanços no nosso país, como o reconhecimento da união estável entre casais homossexuais, a possibilidade da utilização do nome social pelas pessoas trans, e a recente decisão do STF de que é inconstitucional a proibição da doação de sangue por homossexuais, ainda é visível e explícito o preconceito da sociedade brasileira.

O Brasil é o país que mais mata transexuais no mundo, além de figurar entre os primeiros no ranking dos países com mais casos de violência cometida contra homossexuais. Os números refletem o ódio e a intolerância da população, sentimentos que constantemente são reforçados por políticos e figuras públicas.

Está mais que na hora de tratar as questões que envolvem a comunidade LGBTQ+ com um olhar humanitário, partindo de uma perspectiva de vulnerabilidade, para assegurar que não só os seus direitos sejam garantidos, mas que também não haja impunidade para aqueles que, tomados pelo preconceito, cometem crimes contra essa população.

É fundamental lembrar que não é necessário ser parte da comunidade LGBTQ+ para lutar por seus direitos. O JP3 ressalta que sempre se posicionará a favor de todo e qualquer movimento que lute pelos direitos mais fundamentais de qualquer ser humano.

img_2084

Publicado por Rafaela Cury


Siga o JP3!

Instagram: @jornalpredio3

Facebook: fb.com/jornalpredio3

Mais notícias e informações:

Jornal Prédio 3 – JP3, é o periódico on-line dos alunos e antigos alunos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, organizado pelo Centro Acadêmico João Mendes Júnior e a Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito do Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie). Participe e escreva!