Indicações para entender melhor a história do Brasil!

Por Rafaela Cury Silveira

A ideia da coluna é trazer indicações literárias feitas pelos professores da Faculdade de Direito do Mackenzie. Os livros abordados serão aqueles que os docentes consideram essenciais para a formação profissional e também pessoal dos estudantes, ou seja, podem ser tanto obras jurídicas como não-jurídicas.

Nessa edição, entrevistamos a Professora Michelle Asato Junqueira, que leciona Teoria da Constituição e Direitos Fundamentais.

Um livro importante para sua formação profissional?

“Cidadania no Brasil: O longo caminho”, de José Murilo de Carvalho

O livro é uma espécie de biografia da democracia no Brasil, propondo críticas e reflexões acerca dos mais diversos acontecimentos históricos do nosso país. A Professora conta que o livro foi muito importante em sua trajetória, pois contribuiu para que ela buscasse estudar mais a história brasileira e, assim, pudesse compreender o caminho e as escolhas da nossa sociedade. Apesar de ser um livro de história, a Professora afirma que a obra “é primordial para o estudo do direito, especialmente no que se relaciona às disciplinas propedêuticas e ao Direito Público.”

A obra está disponível para empréstimo na biblioteca do Prédio 45, 1º subsolo.

michelle1.jpg

Um livro importante para sua vida?

“Holocausto Brasileiro”, “Cova 312” e “Todo dia a mesma noite”, os três de Daniela Arbex

A Professora acredita que sua personalidade foi moldada por boa parte dos livros que leu. Por isso, resolveu indicar três, todos da jornalista investigativa Daniela Arbex, que já foi citada anteriormente na coluna pela Profa. Jéssica Pascoal (confira aqui). As obras trazem linguagem envolvente e que prende o leitor durante toda a narrativa, além de apresentarem relatos de três dos mais marcantes episódios da história do Brasil: o manicômio de Barbacena, os desaparecidos políticos na ditadura militar e a tragédia da Boate Kiss, respectivamente. Segundo a Professora, a principal lição deixada pela autora é “a manutenção da nossa humanidade, a não banalização do mal; é nos manter sensíveis ao sofrimento humano e corresponsáveis pela luta para que essas barbaridades não mais aconteçam”.

A obra “Holocausto Brasileiro” está disponível para empréstimo na biblioteca do Prédio 2 e do Prédio 45, 2º subsolo.

IMG-4985.jpg             michelle3.jpg michelle2.jpg

 

 

 

 

O que está lendo hoje?

“Escravidão”, de Laurentino Gomes

O livro é o primeiro de um total de três volumes, e traz uma análise histórica dos mais de 300 anos de escravidão no Brasil. Nesse exemplar, é traçado um panorama a partir do primeiro leilão de escravos, ocorrido em Portugal, até a destruição do Quilombo dos Palmares, em 1694. Com mais de 150 referências bibliográficas, Laurentino Gomes, vencedor do prêmio Jabuti na categoria Reportagem, oferece um dos mais completos estudos já produzidos sobre o tema. A Professora destaca a importância da obra diante de uma questão ainda tão presente na sociedade brasileira, pois “saber mais sobre o assunto nos faz sermos mais atuantes na luta por sua extinção”.

michelle4.jpg

 

Siga o JP3

Instagram: @jornalpredio3

Facebook: fb.com/jornalpredio3

Mais notícias e informações:

Jornal Prédio 3 – JP3, é o periódico on-line dos alunos e antigos alunos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, organizado pelo Centro Acadêmico João Mendes Júnior e a Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito do Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie). Participe e escreva!