Há exatos dois anos, no dia 18/09/2017, o JP3 colocava no ar sua primeira publicação, uma matéria sobre as últimas conquistas do GEAMack em Viena. De lá para cá, foram mais de 515 publicações no site, além de inúmeras nas redes sociais. O JP3 cresceu, evoluiu e se firmou como um periódico de todos os alunos e antigos alunos da Faculdade de Direito do Mackenzie.

O nascimento do jornal ocupou um espaço inabitado por anos. O Mackenzie, com suas dezenas de cursos de graduação, inclusive de Jornalismo, não possuía um único jornal exclusivamente estudantil, focado e gerido pelo corpo discente. Ainda que o JP3 tenha principal atenção na Faculdade de Direito, o crescimento de seus números mostrou que, com um pouco de organização, é possível construir um instrumento integrado de comunicação e divulgação de conteúdo. Temos que ser sinceros em reconhecer os enormes obstáculos que nosso curso de Direito tem em trablhar uma comunicação ampla, ainda que agora com um pouco mais de ferramentas.

asdasdas

Como escrevemos em artigo publicado em maio, a dificuldade de comunicação com o corpo discente atinge, em especial, as atividades acadêmicas, que acabam limitando seu público e, consequentemente, seus potenciais interessados. O JP3, portanto, é apenas o primeiro passo da criação de uma nova cultura de integração. Ainda é comum encontrar editais publicados em grupos restritos e sem grande divulgação. Perdem os alunos, os professores e toda a atividade acadêmica. Felizmente, aos poucos, isso vem mudando.

Há um mix de orgulho e tristeza em nos conceituarmos como o único jornal estudantil de todo o Mackenzie. Orgulho, porque demonstra como é ímpar o trabalho aqui feito. Tristeza, porque sabemos o quanto seria importante para toda a Universidade ter, no mínimo, um jornal por curso.

Nesses dois anos, nos orgulhou muito ter sido espaço de voz para diversos coletivos e grupos levantarem suas bandeiras e objetivos. O JP3, como ambiente horizontal e democrático, serve para furar algumas bolhas e levar para todo o Mackenzie textos que antes ficavam limitados a determinados setores. Ler textos do Afromack, Coletivo 4 da Manhã, Voz e Vez, Assistência Judiciária João Mendes e tantos outros eleva mensalmente nossa capacidade critica.

É preciso destacar, também, a importância que teve o trabalho conjunto da Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito do Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie) e do Centro Acadêmico João Mendes Jr. As entidades demonstraram, nesse período, como se complementam quando o assunto é a construção de projetos de extensão. Destaque especial para o atual Presidente do CA, Gustavo Pereira, que mergulhou de cabeça no projeto e vem sendo essencial para o crescimento e expansão das atividades.

Por fim, tão importante como essa história de dois anos, é olhar para o futuro. A nova Redação, que assumiu em agosto de 2019, vem dando uma nova cara para o jornal. Aparecida, Ana Paula, Beatriz, Rafael, Matheus e Paulo mostram, diariamente, que entenderam o grau de importância de se manter um espaço acadêmico e crítico dentro de uma das mais importantes faculdades de Direito do país. Merecem nosso respeito, admiração e incentivo. Em grande parte, o JP3 é uma atividade de extensão que agrega conhecimento e o desenvolvimento de diversas habilidades práticas que serão exigidas no mercado de trabalho, na vida acadêmica e na construção de melhores pessoas.

Que o JP3 continuem sendo o que foi até hoje: um megafone para que a voz de bons projetos ecoe. Da Maria Antônia à Itambé, da Consolação à Piauí, do Mackenzie para o Mundo!

Parabéns e muitas felicidades para o nosso querido Jornal Prédio 3!

Siga o JP3

Instagram: @jornalpredio3

Facebook: fb.com/jornalpredio3

Mais notícias e informações:

Jornal Prédio 3 – JP3 é o periódico on-line dos alunos e antigos alunos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, organizado pelo Centro Acadêmico João Mendes Júnior e a Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito do Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie). Participe e escreva!