Ensaio de uma poesia frustrada

À Procura de um verso dantesco,
mergulha dentro de si o poeta,
vaga até o inconsciente, um beco
sem encontrar a palavra certa.

Cruel é o trabalho artístico
e pesada é a ponta da caneta.

Faz uma ou outra rima,
um gracejo rebuscado
e chama “arte” a estrofe ínfima,
mas não se engana o autor frustrado,
ciente da qualidade indigna
de que permanecerá desconhecido.

Mas, se poesia não há,
a angústia restante o aproxima da arte,
as palavras que buscou em vida
há de encontrar na morte:
terão o sufocado à garganta
e assim terá sua primeira poesia.

Escrito e publicado por Guilherme Calazans


Siga o JP3!

Instagram: @jornalpredio3

Facebook: fb.com/jornalpredio3


Mais notícias e mais informações:


Jornal Prédio 3 – JP3 é o periódico on-line dos alunos e dos antigos alunos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, organizado pelo Centro Acadêmico João Mendes Júnior e pela Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie). Participe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s