Por Júlia Orciuolo

Nos últimos anos os temas relacionados à saúde mental ganharam cada vez mais espaço de discussão na sociedade. Assim, as campanhas de conscientização sobre esse importante assunto ganharam mais força e importância justamente para desmistificar antigos paradigmas. Pensando nisso, em 2014 foi criado o “Janeiro Branco”, um mês pensado para conscientização sobre a saúde mental nos mais diversos espaços, como igrejas, praças e até shoppings. As atividades incluem palestras, workshops, cursos, entrevistas e rodas de conversa. Atualmente, devido à pandemia, estes eventos ocorrem on-line e as redes sociais da campanha são constantemente atualizadas com as datas dos eventos. Assim, no texto de hoje, o JP3 pretende contar mais aos leitores sobre essa campanha tão importante.  

Por que escolheram o mês de Janeiro?

De acordo com o próprio site oficial da campanha, Janeiro foi escolhido justamente por ser o primeiro mês do ano, no qual as pessoas repensam suas atitudes e costumes do ano anterior e definem suas metas e objetivos para o ano seguinte, de modo que é em janeiro que “todas as pessoas podem ser inspiradas a escreverem ou reescreverem as suas próprias histórias de vida”, de modo que a estabilidade emocional se faz imperativa no início de novos ciclos.

Contexto da pandemia

A campanha ainda ganha um papel importantíssimo no contexto atual da pandemia, uma vez que as medidas de distanciamento social necessárias para conter a disseminação do vírus, comprovadamente influenciam na saúde mental ao aumentar o índice de problemas psicológicos como ansiedade e até depressão. Assim, mesmo que janeiro esteja terminando,  a conscientização sobre a saúde mental deve continuar a ser pauta de discussão nesse sentido, uma vez que a situação atual ainda pode se estender por mais um tempo.

As atividades

Para participar dos eventos basta acompanhar o cronograma nas redes sociais oficiais da campanha e para ter acesso à materiais complementares como podcasts e textos sobre saúde mental, tanto o site oficial quanto as redes sociais disponibilizam inúmeros arquivos tanto para uso profissional tanto para quem organizar os eventos em nome da campanha.

Publicado por Júlia Orciuolo


Siga o JP3!

Instagram: @jornalpredio3

Facebook: fb.com/jornalpredio3


Mais notícias e informações:


Jornal Prédio 3 – JP3 é o periódico on-line dos alunos e antigos alunos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, organizado pelo Centro Acadêmico João Mendes Júnior e a Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie). Participe, observe e absorva!