No último domingo, dia 26/10, a equipe do GEMMack (Grupo de Estudos em Mediação e Negociação do Mackenzie) conquistou o título de “Melhor Mediador” na XI Edição da Competição Brasileira de Arbitragem e Mediação Empresarial (CAMARB). Com a vitória, o Mackenzie se manteve nos pódios da competição pelo segundo ano seguido.

O GEMMack foi criado em 2016 pela Professora Lourdes Regina Jorgeti, que possui experiência internacional em mediação de conflitos pelo Straus Institute for Dispute Resolution, da Pepperdine University School of Law. O grupo visa estimular o estudo das práticas de mediação e negociação, além de preparar os alunos para competições como a CAMARB, que é pioneira no Brasil e busca difundir os métodos alternativos de resolução de conflitos, por meio de simulações inspiradas nos moots internacionais.

Esse ano, em razão da pandemia de COVID-19, a competição foi realizada exclusivamente por plataforma online. As equipes participantes eram formadas por 5 oradores, divididos em 2 advogados, 2 negociadores e 1 mediador. A aluna Maria Luiza Neves, que atuou como mediadora e garantiu o título ao Mackenzie em sua primeira participação em uma competição acadêmica, falou com exclusividade ao JP3 sobre a experiência.

Como foi participar da XI Edição da CAMARB?

“Participar da competição foi a melhor experiência que eu tive na faculdade. Foi a primeira vez que pude sentir o espírito mackenzista. Além de estudar à fundo um caso multidisciplinar, tive a chance de ter aulas com diversos professores da faculdade sobre os temas envolvidos no conflito estudado. Eu aprendi muito. Também foi uma oportunidade maravilhosa de conhecer outras pessoas dentro do nosso curso. Fiz vários amigos que pretendo levar comigo por muito tempo”.

Confira abaixo registros dos painéis que contaram com participação dos mackenzistas:

Como a equipe do Mackenzie se preparou para a competição, especialmente diante das dificuldades causadas pelo período de isolamento social?

“Toda a nossa preparação foi virtual, desde as aulas com os professores até as simulações do caso que tivemos que estudar. Usamos muito o recurso dos breakout rooms, das plataformas online, o que nos ajudou a realizar os treinos da melhor forma possível. Com certeza seria mais legal se a preparação tivesse ocorrido de forma presencial, porque nós [integrantes do GEMMack] nos conhecemos apenas pelos meios digitais. Não vejo a hora de poder conhecer todo mundo pessoalmente”.

Equipe do GEMMack. Em destaque, a professora Regina, criadora do grupo.

Que dica você daria para os alunos que tem interesse em participar de competições acadêmicas?

“A dica que eu dou é se jogar com tudo nas competições, porque realmente é a melhor experiência que você pode ter na faculdade. É uma oportunidade maravilhosa de aprendizado, a partir dos estudos do caso, de conhecer diversas pessoas de outros semestres e de assistir aulas e receber orientações de professores muito renomados. É cansativo, requer muito esforço pois tínhamos reuniões frequentes, inclusive nos finais de semana, mas vale muito a pena. Eu saía de todos os encontros com um sorriso no rosto porque, principalmente durante esse período de quarentena, o GEMMack fez meus dias muito mais felizes. Acho que todo mundo deveria ter a oportunidade de participar de uma competição acadêmica, porque é muito enriquecedor”.

No topo, à esquerda, a aluna Maria Luiza, atuando como mediadora em um dos painéis.

O JP3 parabeniza a Professora Regina e toda a equipe do GEMMack pela conquista, e esperamos ver cada vez mais mackenzistas ocupando lugares de destaque no mundo acadêmico e jurídico!

Publicado por Rafaela Cury


Siga o JP3!

Instagram: @jornalpredio3

Facebook: fb.com/jornalpredio3

Mais notícias e informações: 

Jornal Prédio 3 – JP3 é o periódico on-line dos alunos e antigos alunos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, organizado pelo Centro Acadêmico João Mendes Júnior e a Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito do Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie). Participe!