Por Rocco Gasparini

Título original: Cuba and the Cameraman

Diretor: Jon Alpert

Ano de lançamento: 2017

Duração: 112 minutos

Gênero: Documentário

Onde assistir: Netflix

Com a recente onda de protestos na ilha, talvez seja um momento interessante para estudar o que é – e o que não é – o governo cubano.

Essa é a proposta deste documentário produzido e dirigido pelo americano Jon Alpert. “Cuba e o Cameraman” se trata de uma compilação de excursões gravadas do diretor e sua equipe. Alpert inicia sua jornada em Cuba no começo dos anos 70, com o país sentindo prematuramente os efeitos da Revolução, e termina em novembro de 2016, com a morte de Fidel Castro.

O filme tem uma verve claramente mais demonstrativa do que explicativa. No decorrer de cinco décadas, o cinegrafista constrói amizades com a população local, registrando sua vida e pensamentos em relação aos principais acontecimentos políticos da ilha caribenha.

Para enriquecer a experiência, ainda temos a singular oportunidade de conhecer Fidel Castro com um olhar mais próximo. Seja nos bastidores do seu discurso histórico na Organização das Nações Unidas em 1960 ou seus pensamentos imediatos após o choque da queda do Muro de Berlim, temos a possibilidade de entender um pouco melhor essa figura histórica, com quem o diretor fomentou uma relação de certa amizade desde o século passado.

O longa é uma produção original da Netflix.

Bibliografia

Filmow. “Cuba e o cameraman – Ficha técnica”. Disponível em: <https://filmow.com/cuba-e-o-cameraman-t243713/ficha-tecnica/&gt;

Foto: Netflix

Publicado por Rocco Gasparini

Siga o JP3!

Instagram: @jornalpredio3

Facebook: fb.com/jornalpredio3


Mais notícias e mais informações:


Jornal Prédio 3 – JP3 é o periódico online dos alunos e dos antigos alunos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, organizado pelo Centro Acadêmico João Mendes Júnior e pela Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie). Participe!