Por Enricco Gabriel 

Poucos músicos brasileiros na história têm relevância internacional comparável à de Heitor Villa-Lobos, maestro, compositor, violonista, pianista e violoncelista carioca. 

Nascido no Rio de Janeiro em 5 de março de 1887, Villa-Lobos é a maior preciosidade musical tupiniquim de todos os tempos. Absolutamente prolífico, a seu nome são creditadas mais de duas mil composições, divididas, principalmente, entre músicas individuais, poemas sinfônicos e concertos. A mais vistosa das glórias de Villa-Lobos, no entanto, é sua atuação como violonista. 

A obra violonística do maestro garantiu a imprescindibilidade do instrumento para a música global do século XX, afastou o violão de sua natural associação à cultura ibérica, conferindo-lhe inédita roupagem, e compreende inúmeros e extensos trabalhos, dentre os quais destacam-se a suíte popular brasileira, formada por cinco peças — além da recém-descoberta “Valsa-choro” —, os doze estudos e os cinco prelúdios.

E é um dos prelúdios, mais precisamente o primeiro, o tema desta indicação. Dedicado à sua esposa, Mindinha, e inspirado pela cultura brasílica, assim como todas as composições da série, “Prelude no. 1” foi escrito em 1940 e é uma ode ao sertanejo brasileiro. O contraste entre os melancólicos acordes iniciais e finais e o vibrante e confiante ápice é tão intenso que a música, com seus mais de quatro minutos de duração, seria a trilha sonora perfeita para a epopeica travessia do jagunço Riobaldo e de seu companheiro Diadorim pelo sertão nacional, em Grande Sertão: Veredas, obra-prima de Guimarães Rosa.

Incontestavelmente excelso, “Prelude no. 1” já foi interpretado pelos mais variados e brilhantes artistas, de Andrés Segovia a John Williams e de Sérgio e Odair Assad a Miloš Karadaglić, e merece ser apreciado por toda e qualquer pessoa, em especial os audiófilos. O maior expoente da música nacional, porém, é mais reverenciado por estrangeiros do que por seus próprios conterrâneos. Desdouro para o Brasil, evidentemente.

Ouça: Spotify | Apple Music | Deezer | YouTube

Referências:

  1. Villa-Lobos por solistas”. Kuarup. Acesso em 8 de abril de 2021;
  2. Villa-Lobos (quase) desconhecido”. Revista Pesquisa Fapesp. Acesso em 8 de abril de 2021;
  3. Heitor Villa-Lobos”. Violão Brasileiro. Acesso em 8 de abril de 2021; e
  4. Villa-Lobos: a mais importante produção originalmente escrita para violão”. Gazeta do Povo. Acesso em 8 de abril de 2021.

Imagem:

  1. Revista Pesquisa Fapesp.

Publicado por Enricco Gabriel


Siga o JP3!

Instagram: @jornalpredio3

Facebook: fb.com/jornalpredio3


Mais notícias e mais informações:


Jornal Prédio 3 – JP3 é o periódico on-line dos alunos e dos antigos alunos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, organizado pelo Centro Acadêmico João Mendes Júnior e pela Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie). Participe e fique em casa!