Foto - GettyImages
Foto: GettyImages

Em tempos de quarentena, fica cada vez mais difícil assimilar que a única vista que nos é permitida é a que cabe dentro das quatro paredes de casa. Felizmente, a internet é uma importante aliada que nos permite uma pequena – e necessária – alienação. É com isso em mente que vários museus ao redor do mundo têm liberado, de forma gratuita, seus acervos online:

1- MASP, São Paulo, Brasil

masp

Porque não tinha como começar a matéria com outro museu. Não é porque não podemos sair de casa que temos que ficar longe do tão amado MASP: através do Google Arts & Culture, é possível conhecer o acervo do museu e ter acesso a uma série de exposições online. As exposições podem ser encontradas no site.

2- The Metropolitan Museum of Art, Nova York, EUA

museu nova york

Um dos museus mais conhecidos do mundo, apresentando mais de 5000 anos de arte em seus 140 anos de existência, o MET também tem experiências virtuais interessantíssimas para nos distrair dos surtos da quarentena. Além do The MET 360º, vídeos encontrados no próprio site do museu com uma experiência em 360º que permite ao “visitante” controlar o ângulo e a direção da “visita”, o museu também tem exposições virtuais no Google Arts & Culture.

3- Museu Nacional de Antropologia, Cidade do México, México

Museu nacional de antropologia - mexico

Famoso por sua coleção de artefatos arqueológicos e antropológicos das culturas pré-colombiana do México, como a Pedra do Sol, é mais um museu que, felizmente para os isolados, disponibilizou um acervo virtual.

4- Museu da Acrópole, Atenas, Grécia

museu acropole - grecia

Esse museu, que consiste basicamente dos achados arqueológicos da famosa Acrópole de Atenas, reúne em sua coleção resquícios de diversos períodos da história grega, incluindo uma galeria inteira dedicada ao Partenon. A exposição virtual também pode ser acessada por meio do Google Arts & Culture. 

5- Museu do Vaticano, Roma, Itália

Museu do Vaticano

Com uma visita que inclui a famosa Capela Sistina de Michelangelo, o Museu do Vaticano é um dos passeios imperdíveis para quem vai a Roma. Felizmente, não é preciso ir tão longe para ter um vislumbre do acervo do museu: em seu site, são disponibilizadas diversas exposições, obras e capelas em 360º- para dar ao “visitante” uma experiência realista. A experiência pode ser encontrada no site.

6- Casa de Anne Frank, Amsterdam, Holanda

Casa de Anne Frank

O museu biográfico fundado em memória de Anne Frank e sediado no edifício onde ela, sua família e quatro outras pessoas judias permaneceram escondidas nos anos da ocupação nazista dos Países Baixos durante a Segunda Guerra Mundial também tem uma experiência virtual interessante para o período de quarentena. Virtualmente, além de ser possível visitar a sala em que ela e a família se esconderam por mais de dois anos pelo site do museu; também é possível fazer a “visita” via Google Arts & Culture.

7- Ohara Museum of Art, Kurashiki, Japão

Ohara Museum of Art, Kurashiki, Japão

Trazendo a coleção mais antiga de arte ocidental no Japão, o Ohara Museum of Art pode ser visitado pelo Google Arts & Culture, em uma experiência 360º: Além disso, a galeria virtual pode ser acessada no próprio site do museu.

8- Hermitage Museum, São Petersburgo, Rússia

Hermitage Museum, São Petersburgo, Rússia

Localizado às margens do rio Neva, o Hermitage é um dos maiores museus de arte do mundo e traz, em sua coleção, itens de praticamente todos os períodos, estilos e culturas da história russa, européia, oriental e do norte da África, distribuída em dez prédios, entre os quais o Palácio de Inverno – antiga residência oficial dos czares até a queda da monarquia russa. A visita está disponível no Google Arts & Culture.


Postado por Paulo Pereira

 

Siga o JP3!

Instagram: @jornalpredio3

Facebook: fb.com/jornalpredio3

Mais notícias e informações:  

Jornal Prédio 3 – JP3, é o periódico on-line dos alunos e antigos alunos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, organizado pelo Centro Acadêmico João Mendes Júnior e a Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito do Mackenzie (Alumni Direito Mackenzie). Participe e escreva!