O ano de 2017, continua sendo um ano histórico para a Faculdade Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Não só ficamos entre as oito melhores universidades do mundo no 24th Willem C. Vis International Commercial Arbitration Moot, como também sediaremos, pela primeira vez, a 8ª edição da Competição Brasileira de Arbitragem Petrônio Muniz, a qual ocorrerá nos dias 26 a 29 de outubro, trata-se do maior evento nacional no universo das competições, e desde a sua primeira edição em 2010, o Mackenzie tem participado ininterruptamente.

A competição é elaborada nos moldes de um caso fictício – com pontos extremamente complexos do universo jurídico – que é entregue às equipes, as quais devem desde apresentar memoriais escritos até representar seus clientes em um painel simulado constituído por três árbitros. Assim, o aluno é levado ao limite da busca por conhecimento e técnica, desenvolvendo habilidades de trabalho em equipe, raciocínio estratégico e oratória – competências fundamentais para o futuro operador do Direito em qualquer que seja sua área de atuação.

2222

 

A experiência desses últimos seis meses, durante o período de preparo e treinos, foi de intensa dedicação pautada em um árduo trabalho por todos do time, pois, além da rotina diária de faculdade, estágio e estudos regulares, foi exigido de cada membro deste time a análise detalhada de cada página, cada parágrafo e cada artigo de lei encontrado nas inúmeras pesquisas realizadas. Também, não foram fáceis os finais de semana e as noites em claro que passamos em busca do nosso objetivo.

Afinal, o modelo da competição foi desenhado para que o caso fictício seja administrado da mesma forma que um advogado patrocinaria um caso real, tornando-se uma efetiva defesa dos interesses do cliente.

1
Equipe do GEAMack se prepara para a competição. Alunos, antigos alunos e professores juntos no projeto.

Apesar das dificuldades, sabemos que todos os esforços fazem parte da caminhada, e chegando ao final desta competição, percebemos que a base de algo muito maior do que a competição foi construída: nos tornamos uma família.

Entretanto, nenhum passo dessa jornada seria possível sem o auxílio de um grande time: ao professor coordenador do grupo, Ronaldo Vasconcelos, devemos nossas maiores gratulações; aos coaches José Augusto Machado, Nathália Vargas, Lucas Cazarim, Fernando Maluf, Giovani Ravagnani, Francisco Viana, Luisa Di Domenico e Giulia Favaron, nosso mais sincero agradecimento por todo apoio e cuidado com cada aluno parte da equipe.

Gostaríamos de agradecer também a todos os alunos, exemplo de união e de trabalho, em especial aos nossos oradores: Amanda Carvalho, Carolina Assumpção, Carolina Naves, Mateus Zotarelli, Manuela Zini e Raquel Assis, que com dedicação e força de vontade, carregaram o espírito Mackenzista de forma singular e bela.

É necessário destacar que todos os trabalhos realizados pelo Grupo de Estudos em Arbitragem do Mackenzie (GEAMack), transcendem a experiência dos muros da Academia, proporcionando a cada um que faz parte desse enorme e maravilhoso projeto uma vivência diferenciada, uma rica e excepcional preparação para a rotina dos maiores escritórios do país, bem como amigos para toda uma vida.

Por fim, o GEAMack desenvolve diversas atividades no âmbito da Universidade, estando de portas abertas aos alunos que queiram conhecer e se dedicar a esse meio adequado de resolução de conflitos. Mais informações em nossa página do facebook: “GEAMack – Grupo de Estudos em Arbitragem do Mackenzie”. (clique aqui).

*Texto escrito pelos Mackenzistas e GEAMackers por toda a vida, Bruna Macedo e Rafael Barthasar.